Outras Obras

As obras a seguir são de professores, alunos, técnicos e pesquisadores que estão, ou estiveram, direta ou indiretamente ligados ao departamento de Geociências da Universidade Federal de Santa Catarina. Para a compra, solicite no formulário a seguir. Todas as obras poderão ser enviado por correios para todas as regiões do país.

 

Seu nome

Seu e-mail

Selecione as obras desejadas

Atlas de Desastres Naturais do Estado de Santa Catarina: Período de 1980 a 2010
Brasil: Temas de Geografia Econômica
Coleção Rua da Glória - Volumes 1, 2, 3 e 4
Da Geografia que se ensina à Gênese da Geografia Moderna
Depoimento Reflexivo sobre a produção de um geógrafo brasileiro da segunda metade do século XX
Desenvolvimento Econômico e Questão Nacional na Argentina
Desenvolvimento Econômico e Social: Mundo, Brasil e Nordeste
Matinho: Homem e Terra Reminiscência…
O Cristal e a Chama - Volume I

O valor do frete tem custo médio de R$ 10,00 por unidade

Título:  Atlas de Livros 012desastres naturais do estado de Santa Catarina: Período de 1980 a 2010.

Autora: Maria Lúcia de Paula Herrmann (Org.), 2014 Florinanópolis, 2º ediçãoEditora: Gráfica Copiart

Valor: R$ 35,00                         Acompanha CD ROM

 Apresentação: Em Santa Catarina há uma alta frequência de ocorrência de fenômenos naturais. Assim, o trabalho busco suprir a ausência de informações na área dos desastres naturais, se tornando ferramenta substancial e indispensável para todos aqueles envolvidos com a questão que periodicamente se manifesta no referido estado brasileiro. As questões referente aos desastres naturais constituem um importante tema de estudo da geografia, pois envolve analise ambiental integrada, tanto dos aspectos físicos (climatologia, geomorfologia, geologia, hidrografia, vegetação e ocupação da terra) quanto os humanos, dinâmica socioeconômica e planejamento urbano. Esta nova edição foi coordenada pela professora Maria Lúcia de Paula Herrmann.

Temas de Geografia Econômica
Título: Brasil: Temas de Geografia Econômica
Organizadores: Carlos José Espindola; César Augusto Avila Martins Rio  Grande
 (ESGOTADO)
 Editora: Editora da Furg, 202 páginas                        Valor: R$ 24,00

Apresentação: O livro apresenta um tema importante e atual dentro da abordagem da Geografia Econômica. Em momentosde mudanças motriz tecnológica e novos arranjos nos mercados mundiais, esta obra traz ao leitor a compreensão de como o capital financeiro, o desenvolvimento regional e as políticas públicas organizam o espaço geográfico. Além de questões conceituais importantes, em nível geral, o livro é composto também da análise de estudos de pesquisas comparativas e regionais. A obra preenche uma importante lacuna na produção acadêmica brasileira, tanto do ponto de vista da Geografia, pela rarefação de trabalhos que abordem a temática econômica, o papel do Estado e a dinâmica das empresas, quanto de uma importante contribuição à Economia, ao incorporar a dimensão territorial às interpretações das dinâmicas e fatos da economia brasileira internacional.

Título: DepoimenLivros 002to Reflexivo sobre a produção de um geógrafo brasileiro da segunda metade do século XX

 Autor: Carlos Augusto de Figueiredo Monteiro, 2013 Alagoas  Editora: EdUneal, 133 páginas

Valor: R$ 15,00            (ESGOTADO)

Apresentação: O livro trata-se de um trabalho realizado a meio século atrás, sendo considerado pelo autor como uma das mais significantes em seu conjunto de publicações. Trata-se de um grande trabalho de campo intitulado “Aspectos Geográficos do Baixo São Francisco”, coordenado pelo professor autor e realizada durante a XVII Assembléia Geral (Penedo, Alagoas – julho de 1962). O professor relata o campo que ocorreu durante quatro dias, percorrendo áreas consideráveis do Nordeste Brasileiro, utilizando os meios de transportes disponíveis, e por vezes precários. No caso do Baixo São Francisco, os itinerários eram percorridos via terrestre e via aquática. A equipe de pesquisadores foi dividida segundo os temas mais importantes na área de estudo. Foram realizadas entrevista, nem sempre fácil de obter, documentação cartográfica, dados coligidos, etc.  O referido trabalho coordenado pelo autor contou com um total de 20 membros, dos mais experientes. Trata-se de um importante documento histórico e de grande qualidade para a Geografia Nordestina.

Título: Desenvolvimento Econômico e Questão Nacional na Argentina  Autor: Lucas dos Santos Ferreira

São Paulo Editora: Paco Editorial, 206 páginas Valor: R$ 24,00

Apresentação (por Armen Mamigonian): Em sua obra Lucas dos Santos Ferreira fez uma introdução teórico-metodológica (1º capitulo) e um discussão sobre as teorias do desenvolvimento latino-americano (2º capítulo), explicando os caminhos que trilhou na pesquisa. Em seguida, apresentou um panorama da formação econômico-social da Argentina (3º capítulo), analisando criticamente a política neoliberal da destruição e privatização (4º capítulo)  e tratando, por último, da recuperação iniciada sob a direção de Nestor Kirchner (5º capitulo), sempre de maneira rigorosa e didática. Vale a pena lembrar que os participantes do EGAL em Buenos Aires (2000) puderam constatar a pobreza e a miséria na cidade outrora pujante, com taxis circulando sem passageiros, restaurantes vazios, lanchonetes invadidas por pedintes, etc., ao mesmo tempo em que ouviam perplexos o oba-oba ao “mundo sem fronteiras” entoado por David Harvey e Horácio Capel, marxistas quando jovens. Felizmente Milton Santos arrancou as máscaras dos falsários.
Temas de Geografia Econômica

Título: O Cristal e a Chama        volume I

 Autor: Carlos Augusto Figueiredo Monteiro

Dimensão: 15 x 21cm      Editora: UFGD; Dourados – MS, 2013, 287 páginas.

Valor: R$ 24,00               (ESGOTADO)

Apresentação: A obra, escrita entre 1999 e 2006, do prof. Carlos Augusto, apresenta-se dividido em uma introdução, três movimentos e uma “coda” (entendida como um reforço ou recapitulação), coerente com sua proposta de tocar, nesta obra, a ciência e a arte, a geografia e a poesia.  Com a geografia e seus relatos, a arte e sua poesia, encontra pista que lhe darão a direção para encontrar as provas e os sentidos da revelação do mundo ao mesmo tempo histórico e poético. Nietzche o ajuda nesse caminho.

Livros 009Livros 010Livros 011Livros 008

Título: Rua da Glória(volumes 1,2,3 e 4)

Autor: Carlos Augusto Figueiredo Monteiro Teresina               Editora: Edufip

Valor dos 4 volumes: R$ 80,00 – Não são adquiridos separadamente

Apresentação: Tempo de Balaio resulta de uma obra composta de cinco volumes, fartamente ilustrados e com cerca de duas mil páginas, centralizada na saga da família piauiense entre 1850 e 1950, abrangendo quatro gerações. O primeiro volume, intitulado tempo de balaio (série livros geográficos) focaliza a província do Piauí em meados do século XIX.

Livros 001Título: Desenvolvimento Econômico e Social: Mundo, Brasil e Nordeste

Organizadores: Domingos Sávio Corrêa; José Vicente Ferreira Neto; Marta da Silveira Luedemann (Orgs.), 2015. Alagoas                      Editoral: EdUfal, 237 páginas.

Valor: R$ 15,00

Apresentação: O livro apresenta os debates e palestras do I Seminário de Geografia Econômica e Social, ocorrido na cidade de Maceió, Alagoas., e apresenta texto do prof. Carlos Augusto “Vida Longa, perigosa travessia”. O evento foi dedicado ao prof. Carlos Augusto Figueiredo Monteiro, Geógrafo, bem como ao economista Ignácio Rangel (in memorian), cujos trabalhos inspiram a todos que preocupam com os desígnios do Brasil. O livro conta com o prefácio elaborado pelo prof. Armen Mamigonian, apontando uma breve trajetória e da Geografia brasileira. O texto seguinte é escrito pelo prof. Odilon Máximo de Morais (UNEAL), tendo como título “Carlos Augusto de Figueiredo: um geógrafo brasileiro da segunda metade do século XX”. O texto seguinte é o apresentado pelo prof. Carlos Augusto F. M., intitulado de “Vida longa, perigosa travessia”. A prof. Maria Auxiliadora da Silva (UFBA) e o prof. Antonio Alfredo Telles de Carvalho (UNEAL/UFAL) apresentam o texto “A produção geográfica de Josué de Castro, Manuel Correia de Andrade e Milton Santos.

14494635_1193656997389362_164309881274150962_n

Título: Matinho: Homem e Terra Reminiscência…    3º Edição – Ampliada

 Autor: João José Bigarella

 Dimensão: 21 x 29cm      Editora: Fundação Cultural de Curitiba; Curitiba, 2009, 424 páginas. Valor: R$ 45,00

Apresentação: Em sua terceira edição, a obra reexaminada pelo autor com precisão e o cuidado de um ourives, consegue mostrar cada vez mais interessante, pois além de acompanhar os passos de Matinhos, abrilhanta com novos contornos, com novos acontecimentos e com a merma rigidez científica. Na obra prof. Bigarella analisa profundamente os primeiros povoadores da região, apontando os primeiros habitantes da América, o homem pré-histórico, o indígena, o europeu. Aponta aspectos da vida do caboclo, como sua moradia, práticas agrícolas, criação de animais, cultivos, engenhos, pesca, etc., a sabença popular, com suas credices e supertições, as manifestações religiosas e artístico-culturais (cestaria, o fandango, o pau-de-fita, boi-de-mamão, artes plásticas), as estradas, caminhos e comunicações, os balneários de Matinhos e Caiobá, a fauna, a vegetação, a paleogeografia, geologia, o meio ambiente, a problemática ambiental e as áreas de risco.

RaquelTítulo: Da Geografia que se ensina à Gênese da Geografia Moderna   4º EdiçãoAutora:  Raquel Maria Fontes do Amaral Pereira Dimensão: 15 x 21cm      Editora: UFSC; Florianópolis, 2009, 134 páginas.Valor: R$ 20,00

Apresentação: O livro trata-se de uma importantíssima contribuição à história do pensamento geográfico. Sengudo o prof. Armen Mamigonian, que apresenta o livro, assim como a filosofia alemã do século XVII e início do século XIX (Kant Hegel) foi uma resposta ao atraso político, social e econômico da Alemanha, igualmente a Geografia (Humbolt e Ritter), partindo dessas raízes culturais e filosóficas avançadas, contribuiu direta e indiretamente para a unificação política e a aceleração do desenvolvimento da Alemanha, propondo uma visão de totalidade derivada do iluminismo dialético, apoiada numa classe de senhores feudais que liderou aquele processo. A geografia nasceu, assim, no interior de uma formação socioespacial que combinavam atraso e avanço (feudalismo que se transformava em capitalismo financeiro), forçando sua emersão de outras formações socioespaciais (França, Estados Unidos, etc.), que por sua vez trataram de reelaborá-la para as suas próprias necessidades defensivas ou ofensivas. A pesquisa da Profa. Raquel Fontes Pereira enriquece assim enormemente o debate referente à gênese da Geografia Moderna, por tratar com toda a competência de temática acima apontada.